A Deusa do Jardim das Hespérides de Luiza Frazão

Updated: Jan 6


Durante milénios a Deusa foi cultuada pela humanidade e a lembrança desse tempo permanece na nossa memória colectiva como a Idade de Ouro. Nela prosperaram sociedades centradas na Mãe - pacíficas, igualitárias, sustentáveis, regidas pelo princípio do prazer -, paraísos que com a alteração do paradigma social mudaram de dimensão, estando agora encantados, encobertos por brumas, inclusos. Ao nível do nosso território, essa dimensão é conhecida como o Jardim das Hespérides - o nome das antigas Sacerdotisas da Deusa da Hespéria, Ibéria. À semelhança da Ilha de Avalon, Nove Irmãs sustêm a sua energia, com Quitéria no centro, tal como Morgana é central em Avalon.

Neste livro Luiza Frazão apresenta o resultado de vários anos de investigação sobre a tradição da Deusa no nosso território. Desse trabalho resultou a criação de uma Roda do Ano de Cale - Deusa que deu o nome a Portugal. Aqui ficamos a conhecê-La com a energia própria de cada momento e as correspondentes faces da Deusa, assim como as Hespérides, os animais totémicos e as criaturas mitológicas, as árvores sagradas, lugares de poder e as tradições com que celebramos cada uma das oito festividades que marcam o ano da Deusa. «Trata-se duma rica e variada exposição sobre a Deusa em Portugal e dum passo enriquecedor e vital para quem deseja recuperar a Deusa através da cerimónia e da prática.» Kathy Jones, in Prefácio - Sacerdotiza de Avalon - Co-Fundadora do Templo da Deusa de Glastonbury

21.90 euros


#Livros

list.png