Missão


Saúde natural, ecologia, interação consciente do Homem com o meio envolvente e valores humanos fundamentais, constituem, no meu entender, a base do que poderá vir a ser um mundo melhor.

Urge passar das palavras à ação sob pena desse almejado mundo melhor se distanciar de nós, dos nossos filhos, netos, bisnetos… se distanciar da raça humana.


Cada Ser Humano tem um valor inestimável para o seu meio. Pequenos gestos têm potencial para fazer do globo terrestre um lugar pleno de alimento e bem-estar.

Avançamos a bom passo para uma Terra inóspita. Sabemos que a coisa é grave, mas vamos deixando para pensar depois. Fazemos reciclagem do lixo e pouco mais. Fingimo-nos surdos porque a mudança pede esforço e nós, que nos deixámos converter num bio–robot controlado pela indústria de coisas úteis e inúteis, aquietamo-nos à ideia de, talvez, quem sabe um dia, haja condições para Marte nos acolher…

Soa a trompeta de mudança! Comecemos por observar, compreender e valorizar a vida vegetal. Vamos para o campo ou para os jardins da cidade olhar as árvores com folhas, sem folhas, sentir o pé descalço na relva, na terra, o cheiro da terra molhada, o aroma das flores.

Cuidemos da nossa alimentação, buscando soluções naturais, frescas, biológicas, sem processamentos industriais. Fruta, fruta e mais fruta… todo o ano há fruta para todos os gostos. Apostemos nesse valioso alimento. Vegetais, legumes, leguminosas, cereais, raízes, bagas e sementes, completam a ementa natural.

E, portanto, continuando comodamente a reciclar o seu lixo, terá menos trabalho, porque escolheu alimentos frescos, sem embalagens poluentes. Ficou saudável. Não toma medicamentos e, com isso, não polui o corpo nem o Planeta.

Assim, saudável e consciente, passeando mesmo num pequeno jardim, Indivíduo-Natureza, unos, prosseguem a sua missão.

Todo o organismo vivo tem por missão a preservação da vida.

Ana Silva – julho 2018


list.png