O que só vemos quando abrandamos



Ao queixarmo-nos de que é muito difícil

O que temos de fazer, adicionamos outra camada de dificuldade.

Respire profundamente e simplesmente

Faça o que tem para fazer.

*

Podemos amar a nossa família e rezar pela sua felicidade.

Podemos dar conselhos e ajudar quando necessário.

Mas não podemos tomar decisões em seu lugar

Nem fazer com que procedam da maneira que gostaríamos.

Há muitas coisas na vida que não podemos controlar.

E isto inclui aqueles mais próximos de nós.

*

Não deixe as opiniões das pessoas sobre si

Determinarem quem é.

Em vez de se preocupar como que os outros pensam,

Dedique-se aos seus sonhos

*

Quando alguém não gosta de si

Não é problema seu.

Nem toda agente vai gostar de nós.

Isso só constitui um problema

Se deixarmos que nos incomode.

Pág.205, em O Que Só Vemos Quando Abradamos de Haemin Sunim, Editora Nascente

“este é um guia espiritual para os nossos dias, em que o aclamado professor de meditação, nascido na Coreia e educado nos Estados Unidos, enfatiza a importância de nos relacionarmos mais profundamente com os outros e de sermos bondosos com nós próprios. As magníficas ilustrações que acompanham estes ensinamentos são uma delícia. Um presente que vai querer dar a si mesmo ou a um amigo.


#Biblioterapia

list.png